quinta-feira, 9 de julho de 2015

Let's Burn - Saiu o SÉTIMO episódio de Saint Seiya Soul of Gold


Sim, demorou mas cá estamos com mais um resumo de Saint Seiya - Soul of Gold. Segue episódio para seu deleite.

Recapitulando o  episódio anterior, os Guerreiros Deuses, munidos das novas Safiras de Odin, vão aguardar os Cavaleiros de Ouro que destruíram as Grandes Raízes que sugavam seu Cosmo. Para a nossa surpresa, houve um reencontro entre Aioria e Frodo/Dukemon, Mu e Fafner, Aldebaran e Hercules (o cara das Beyblades).


Dohko acabou pegando um necromante na câmara dos mortos, que é Lyfia (OH!) e Shura de Capricórnio acabou tretando com Camus de Aquário na Câmara de Gelo (Jaheim).
Lyfia em transe...
Os cavaleiros de Ouro, como já era de se esperar, são beeeem superiores aos Guerreiros Deuses, mesmo usando suas Safiras de Odin cheias de anfetaminas. Frodi/Dukemon e Fafner comem o pão que o Diabo amassou nas mãos de Aioria e Mu.
O cacete rola solto entre Shura e Camus, que já tem uma história juntos... quer dizer, no que diz respeito ao fato de já terem voltado do Mundo dos Mortos outras vezes (tanto na fase de Hades quanto no filme do Abel, mas este ultimo o Shura não contou :)).

Durante a briga, ambos cavaleiros de Ouro usam suas Armaduras Divinas em um ultimo ataque, onde Shura aparentemente levou a pior. Contudo, seu alvo era, realmente, a estátua da câmara de Gelo... que acaba destruída por Excalibur.


Em outra câmara, Aldebaran sequer sente os ataques de Hercules, mesmo usando suas Beyblades. Para você ter uma ideia do quando a maré ta ruim pro lado dos guerreiros de Asgard, olha essa imagem:
Poisé, não ta fácil pra ninguém.

O que Shura não contava, nem mesmo Camus sabia dessa, é que a câmara de Gelo tem uma câmara gêmea, a Câmara de Fogo que é vigiada por Surtr, o Guerreiro Deus que faz Camus de guarda-costas. Ainda, Surt comenta que o cavaleiro de Capricórnio deve ser liquidado, já que foi capaz de matar outro Cavaleiro de Ouro no passado.

Aproveitando que Shura está sem energias, Surt acaba com a vida de nosso guerreiro.
Sim, uma grande perda para o lado dos Heróis. Bem que ele podia ter matado o Camus.


Em outra Câmara, Hercules ainda tenta causar qualquer dano que seja em Aldebaran... que resolve liquidar a fatura logo usando sua Armadura Divina, destruindo quase totalmente a armadura do guerreiro deus... e suas beyblades no processo...
...Apesar as roupas restam impecáveis.

Voltando para a Câmara de Gelo (que agora é a Câmara de Fogo), Camus chora todas as pitangas por conta do assassinato do cavaleiro de Capricórnio e do fato de Surt ter surtado após a morte de sua irmã, causada pelo Camus.

O que me faz pensar que os cavaleiros de Gelo são "Pé frio" por natureza. O Hioga também já foi responsável por ocasionar a morte dos outros, ou algo próximo disso (lembra do Isaac de Kraken?! O cara perdeu o olho e quase morreu porra).

Seja como for, Camus finalmente percebe que seu amigo Surt de outrora não é mais o mesmo, agora ele não vê meios para atingir seus objetivos e não age mais com justiça e retidão, assim, Camus se anuncia como cavaleiro de Ouro pronto para chutar sua bunda gelada.
Os golpes de Surt (que são até legais) não surtem qualquer efeito no cavaleiro de Aquário dessa Era. A ideia de Camus era lutar ao lado de Surt para resgatar sua alma, mas ficou evidente que essas lutas apenas o fazem afundar mais nas trevas. Ao elevar seu Cosmo, a armadura de Aquário reage e, novamente, adota sua forma "Divina". Camus quebra tudo com seu Execução Aurora... exceto as roupas de Surt.

Voltando rapidinho para onde Hercules sofre horrores nas mãos do cavaleiro de Touro, a Câmara dos Gigantes (Jotunheim) é invadida por plantas que atacam tudo o que se mexe dentro da sala (o que me lembrou o anime Jayce e os Guerreiros do Espaço). O Cavaleiro de Touro usa seu ultimo cosmo para destruir a Estátua da referida câmara, fato que ajudou Hercules a entender o que lhe faltava para ser tão poderoso quanto Aldebaran, um coração que se importa.

Tudo bem, esse Coração que se importa não ajudou Touro nas lutas contra o Seiya, contra Shido de Mizar (e Bado de Arcor), nem contra Sorento de Sirene na UTI da Fundação Graad (sim, eles lutam no Mangá, olha o link da briga), nem contra aquele Spectro fracote na saga de Hades... mas quem liga?!

Eu... mas poke-bola pra frente.

Camus também faz suas reconciliações com o maluco do Surt, enquanto a Câmara do Fogo despenca sobre suas cabeças. Andreas observa tudo e não gosta nada. No próximo episódio, teremos Shaka de Virgem tretando contra o Guerreiro Deus Balder de Hraeslvelgr (cara, não sei pronunciar esse nome e os japas também não) na Câmara Alfheim, que é um "homem que não morre".

CONCLUSÃO
Sim, um episódio bastante intenso, com bastante luta e a animação manteve um nível bom. Meu lado carniceiro sentiu falta de sangue nas lutas, principalmente na hora em que Shura é morto por Surt (que eu ainda não entendi o motivo de evitar cenas de perfurações no Anime, já que Saint Seiya, em parte, conseguiu cair no gosto da molecada usando e abusando de violência extrema e chocante).

O vídeo acima consta "cenas censuradas", mas quem viu Cavaeliros pela finada Rede Manchete não verá qualquer novidade nesse vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário