quinta-feira, 23 de junho de 2016

Parabéns! Sonic comemora seu aniversário com anúncio de novo Jogo


Poisé, hoje comemoramos 25 anos de Sonic e muita coisa da História desse personagem deve ser relembrada...

... e outras devem ser esquecidas, mas tudo tem sua hora.

Eu vou morrer teimando nessa história, mas, para vocês, JOVENS, houve uma época onde os games eram limitados a míseros 16 e 32 bits e batalhas colossais se desenrolavam no Mercado e, nessa época, o ouriço azul Sonic era tão imponente e respeitado (tanto pelo Mercado quanto pelos fãs) quando o Mário...

...ou o Kratos, mas sigamos em frente. Devido aos festejos mais do que justificados, Sonic é o homenageado e falaremos dele.

UM POUCO SOBRE SONIC
Enfim, hoje é o aniversário dele, Sonic, cujo game foi lançado na América do Norte, Europa e Austrália a 23 de Junho de 1991 e no Japão a 26 de Julho do mesmo ano. Sonic foi desenvolvido pelo Sonic Team (surgida em 1988 sob o nome de Sega AM8) e, por muito tempo, foi o carro chefe da Sega.

O seu criador, Naoto Ōshima (que criou sua própria produtora depois de sair do Sonic Team) também foi o criador do Dr. Eggman (o rival do Sonic), veja como o Design do porco espinho mudou com o decorrer do tempo.

As aventuras e desventuras de Sonic renderam tanto que logo no ano seguinte veio Sonic 2 e um parceiro, Miles "Tails" Prower, uma raposinha que corria junto de Sonic (e que muita gente deixou para trás e morrer em am algum abismo ou ver se espetar interminavelmente nos espinhos).  Mas ainda faltava algo na franquia: Um Rival para chutar a bunda azul do Sonic e isso foi resolvido com Knuckles...

...que eu falava assim, cánuclês, até saber a pronuncia correta.

E NÃO, eu não vou falar do Shadow.

Pegando carona no sucesso, Knucles ganhou seu próprio jogo, Knucles Chaotix (exclusivo pro Sega CD), cuja história na versão oriental e ocidental muda pacas e, particularmente, eu sou uma das sete pessoas nesse universo (e talvez nos outros ,sei lá) que jogavam e gostavam desse jogo. Não apenas pelo Personagens bem carismáticos, pela tirada de foco do Sonic (um jogo do Knucles na franquia Sonic é tão válido quanto um jogo do Zero na franquia Rockman X) e pela variação na jogabilidade, e esse é o primeiro vislumbre que os Programadores tem de variar a jogabilidade dos personagens, mas isso falarei mais na frente.

SONIC E EU
Tenho que admitir, também, que sou suspeito pra falar do assunto. Eu vivi essa época gloriosa dos Games (como mencionei no início do Post) e Sonic foi um dos primeiros jogos que eu pude escolher jogar, além de ser um dos primeiros jogos que acabei pegando gosto e, eventualmente, descobrindo segredos como finais alternativos, fases especiais, entre outras coisas, o que acabou elevando meu Status nas locadoras aqui em Fortaleza.

Não é dando uma de boçal, mas num dado momento, ficou até um tanto normal eu entrar numa Locadora (e nem precisava ser especificamente no meu bairro) e alguém apontar "Pronto, pergunta praquele narigudo ali que ele sabe tudo do Sonic".

Não tanto quanto acontecia com os jogos da franquia Megaman (que eu prefiro chamar de Rockman), mas SIM, o Sonic ajudou pacas.

AS MÚSICAS DO SONIC
Esse sempre foi um ponto forte dos jogos do Sonic: A Trilha Sonora. É claro que, devido a caralhada de jogos lançados ,é difícil você lembrar delas pelo nome, mas tenho certeza que você pode lembrar facilmente de algumas e não se surpreenda, afinal, recentemente foi confirmada a participação de Michael Jackson na composição das músicas de Sonic 3.

É mole, ou quer duro?!

AS FASES E A JOGABILIDADE
A jogabilidade dos primeiros games do ouriço eram no estilo Plataforma e tudo o que você precisava fazer era sair correndo coletando argolas e pulando sobre os inimigos. Apesar de parecer simples, algumas fases eram verdadeiros flagelos designados por Deuses pagãos para castigar sua vida.

Duvido que você nunca tenha perdido a calma ao perder a bolha de ar naquela porra de fase da água.

Enfim, apesar das variações que os personagens ganharam no decorrer dos anos (Miles voando, Knucles forte, Sonic rapido, etc), antigamente não se fazia necessário coisas como espadas, skates, lobisomem, carros ou qualquer descaracterização forçada dos personagens e isso me lembra uma pergunta que sempre inquietou minha mente...

...Pra quê xavascas o Sonic (que é mais rápido que o Goku ssj com diarréia tentando achar um banheiro) precisa de um carro?!

Enfim,  sobre a jogabilidade dos jogos Sonic (e a eventual descaracterização sofrida pelos Personagens da franquia), bem antes de Sonic Boom literalmente explodir o que restou do Ouriço, creio que o primeiro jogo onde isso foi testado foi Knucles Chaotix, que eu mencionei mais cedo. Na verdade, o game é do Knucles e não do Sonic, mas a pegada é muito semelhante.

São vários personagens, cinco pra ser exato (Espio o Camaleão, Mighty o Tatu, Vector o Crocodilo e Charmy a Abelha) e cada um com sua própria habilidade (desde super velocidade, escalar paredes e voar). O jogo proporciona coisas que o saem do padrão dos demais jogos da franquia (sim, Knuckles Chaotix é considerado parte da franquia Sonic, apesar de protagonizado por Knuckles).

E tudo indica que foi exatamente essa fuga do padrão que não agradou os fãs. Tanto que o jogo nunca foi adaptado para outras plataformas ,aliás, Knucles Chaotix é considerado um Game raro. Só teríamos noticias do Team Chaotix apenas em Sonic Heroes.

CONCLUINDO
Pra comemorar a Nostalgia, a Humble Bundle promove grande venda de diversos itens do Sonic, que vão desde os jogos aa outros itens do azulzinho.

O que eu to tentando dizer é que, em 25 anos de História, Sonic foi o Rei Midas do Mercado de Games na Era dos 16 e 32 Bits, praticamente tudo em que levava o nome Sonic dava dinheiro, inclusive aquela máquina de fazer pipoca que era um Arcade.

Falando sinceramente, eu penso que um personagem que, não apenas proporcionou momentos intensos na vida de tanta gente, mas uma Franquia (mais especificamente o próprio Sonic) que movimentou tantos zilões de Dinheiros nas análises financeiras de diversas Empresas (não só da Sega), eu penso que o personagem está mais para o segundo plano, bem secundário mesmo.

A descaracterização do Sonic não apenas se faz para a criação de um novo jogo (onde Sonic se tornaria um Cavaleiro Medieval, um Lobisomem, um Piloto de Corrida, um Consultor SEO para blogueiros como Eu), mas para atrair a atenção para outros Jogos de personagens sem qualquer atrativo, mas que suas empresas que os representam estão em alta no Mercado.

... Cof cof, Super Smash Bros, Cof, cof.

Seja como for, nem tudo que surge atualmente na vida de Sonic deve ser encarado com temor. A atual Sonic Team anunciou a proposta de um Jogo totalmente novo para Sonic. Sem maiores informações, Takashi Iizuka (atual responsável pela franquia) avisa que será algo novo e vai agregar novos elementos pra série.

Pior do que tá, não fica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário