quarta-feira, 8 de março de 2017

Anime, Mangá, Filmes e as Linhas do Tempo em Dragon Ball Super


Talvez você não tenha percebido, mas Dragon Ball Super sente uma forte necessidade de se afastar de tudo que foi estabelecido como regra nas franquias anteriores (clássico, Z e GT).

Perceba que não temos mais sobre "Poder de Luta", os treinos físicos agora se resumem em trocação de tapa (já é o suficiente pra fortalecer), a força dos personagens "parece" que foi reduzida (por exemplo, o Vegeta já podia destruir a Terra na época do Nappa, agora o Goku Super Sayajin Azul mete um Kame Hame Ha e quase não destroi a cidade)...

Enfim, agora outras regras são apresentadas (os personagens tem níveis divinos e não tem o Ki perceptível ou a nova "Escala de Qualidade entre os Universos", até a ideia de Multiverso é novidade) e o anime precisou preparar o terreno pro fã (novo e da velha guarda) comprar a ideia.

Se isso é bom ou ruim, cabe a você decidir, mas eu to gostando.

LINHAS DO TEMPO?!

Um pequeno vídeo com o Mirai Trunks explicando como funciona a dinâmica das "Linhas do Tempo".

Dito isso, a proposta de uma História recontada de várias formas passa ideia de Linhas de Tempo em atuação, algo fortemente proposto na Saga Goku Black. É como se o Mangá, o Anime e os Filmes fossem (cada um) uma Linha do Tempo diferente, assim, temos uma noção mais dinâmica de como um único evento se ramifica em várias situações e desdobra a narrativa.

Veja alguns exemplos:
  • O Gohan que, no filme Fukatsu no F ainda se transforma no Super Sayajin tradicional (amarelo), mas no anime se peida todo pra se transformar.
  • O Goku que, contra o Bills, tem uma luta diferente no anime, no mangá e no filme Battle of Gods (detalhes, mas diferente).
  • Na primeira luta entre Hit e Goku (Capítulo 13), durante o anime, Goku usa o Kaioken enquanto Super Sayajin Blue para vencer, mas não o faz no mangá .
  • Contudo, na mesma luta, Goku usa a transformação Super Sayajin God (vermelho) para vencer. Aliás, é bastante recorrente no mangá a transformação do SSJ God (vermelho), mas esta só aparece no início do anime.
  • O Black que tem a transformação Super Sayajin amarelo no mangá e não a tem no anime.
  • Pra quem não sabe, o Mirai Trunks Super Sayajin nível 2 do mangá é um pouco mais forte do que o Goku Super Sayajin nível 3 (o próprio Whis constata isso) e o Goku precisa usar "por uma fração de segundo o nível "Red", já no anime, Mirai Trunks é facilmente derrotado.

Quer dizer, pelo menos pra mim, as diversas narrativas da história de Dragon Ball Super (anime, mangá e filmes) mostram a dinâmica das Linhas do Tempo.

Então o Anime, o Mangá e os Filmes são Linhas do Tempo?!

Bom, esse é o meu ponto de vista, perceba que não se trata de algo oficial. Essa é a minha forma de ver (ou de entender) o que leva a Produção de Dragon Ball Super a trabalhar a mesma História ou um mesmo Evento de forma diferente.

Sendo, ou não, a Verdade sobre o assunto, trata-se de uma ótima explicação pra isso, afinal, o Anime precisa ditar suas novas regras (já discutido acima) e preparar os fãs para o que vem por aí.

E O ANIME PRECISA, MESMO, EXPLICAR O QUE ACONTECE?!

O Pior é que sim.

Como eu disse lá no início, Dragon Ball Super está preparando terreno pras novas regras que os personagens estarão inseridos e muita coisa já foi reformada.

A própria ideia de que as Linhas do Tempo são um "Pecado Mortal" até para um Deus da Destruição faz parte dessa estruturação, pois isso justifica a entrada de diversos Deuses dos Universos além do Universo onde vive Goku e seus garotos caceteiros (que vivem no Universo 07). O próprio Zamasu, vilão da Saga Goku Black é de outro Universo (o 10, no caso).

Deu pra entender?!

ACHO QUE JÁ  ME ACOSTUMEI COM AS NOVAS REGRAS DE DRAGON BALL SUPER, E AGORA?!

Agora é esperar pra ver o desenrolar da história, já que todas as regras (provavelmente) já foram experimentadas, o anime irá  rumar para algo mais "próprio". Criar uma Saga que o fã veja essas novas regras em prática é importante pro Anime fluir de forma agradável e, principalmente, é importante pra evitar que o fã passe o resto do Anime comparando o Dragon Ball Super com o Dragon Ball Z ou o Dragon Ball GT.

"Ah, mas o Sayajin agora cresce barba?" ou "Ah, mas o Picollo papocou a Lua na Saga Sayajin e o Black Rosé não destrói um prédio" ou "Ah, mas o Goku agora é malvado"...

Mimimi, nhenhenhem, bambambam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário