sexta-feira, 4 de março de 2016

Eu vi o Oscar 2016

Oscar2016
Poisé, eu vi o Oscar 2016.

Na verdade ,eu sempre acompanhava a maior premiação da 7ª Arte e até fiz uma postagem em 2012 no outro Blog (Ideal e o Possível), mas deixei de fazê-lo há alguns carnavais. E entre a tão esperada (e bem merecida) premiação do "Leo", a (não tão esperada) derrota de Stallone na premiação, além dos Memes envolvendo Glória Pires (que até fez um vídeo para exorcizar seus demônios), quero apresentar dois pontos da Festa.

QUAL A COR DO OSCAR?!
A 88ª edição do Oscar foi marcada pelo "hipotético favorecimento aos Brancos", gerando uma onda de inquietação na Net pela Hastag #OscarSoWhite. A própria Presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Cheryl Boone Isaacs (negra) fez ardente discurso onde convocou todos os envolvidos (indicados naquele ano e membros da Academia) a se manifestarem publicamente. 

"(...) A inclusão nos fará mais fortes" e "Não é suficiente apenas ouvir e concordar; nós devemos agir" foram os pontos mais fortes do discurso.

Convidado pela segunda vez a apresentar o referido evento (tentativa de amenizar o caso?!), Chris Rock (Todo Mundo Odeia o Chris), conhecido por sua propensão voluntária de discutir sobre Racismo, durante todas as suas aparições, o atro levantou a discussão já mencionada.

"O que quero dizer é que não se trata de boicotar as coisas. O que a gente quer é oportunidade. Queremos que atores negros tenham as mesmas oportunidades. E só. Não só de vez em quando. Leo (Leonardo DiCaprio) consegue um grande papel todo ano. Todos vocês conseguem grandes papéis o tempo todo. E os negros?"

Poisé.   Falando em polêmicas...

A APRESENTAÇÃO DE LADY GAGA
Eu tinha uma opinião muito bem definida sobre Lady Gaga... talvez não tenha escolhido as melhores fontes, mas que minha opinião sobre Ela estava muito bem formada, isso sim, estava.

Estava.

Durante a performance de Til it Happens To You que é a música de um documentário sobre estupros em Instituições americanas de Ensino (Faculdades), eu percebi que ela é extremamente engajada nesse tipo de Luta. Isso me provou que ela não é apenas mais uma excentrica artista querendo chamar a atenção...

... sim, ela é (como qualquer outro Artista), mas não apenas isso.

Sua postura no palco é extremamente envolvente e dona de uma poderosa voz. E principalmente, Lady Gaga é capaz de suportar o peso da Crítica e do Desdém voluntário do Público quando ela traz assuntos cuja maioria esmagadora dos Artistas sequer tem coragem de opinar.

Isso não quer dizer que irei aos shows dela ou serei fã, apenas desvinculei a Imagem que a maioria das pessoas tem Dela. Na noite do Oscar 2016, Lady Gaga ganhou meu respeito.

Estupros em universidades americanas são uma realidade muito mais impactante do que se imagina... talvez essa realidade se extenda a um nível global. A Cantora emocionou a todos e cheguei a conclusão de a Esfera Artística (genericamente falando) precisa de pessoas assim, que vistam a camisa, trabalhem assuntos que ninguém quer discutir...

... mesmo que essa Camimsa seja uma camisa feita de carne crua.


Só pra encerrar, fiquei avexado como a Lady Gaga se parece com o Freddy Mercury... provavelmente o fato da referida cantora se apresentar como uma artista normal (sem seu exotismo costumeiro) facilitou para essa constatação. Olhaí e me diz se não parece.


Poisé, não que isso faça qualquer diferença, só estou discutindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário