Clique e veja!

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Mangá de Dragon Ball Super revela o Deus da Destruição mais Forte

Dragon Ball Super mangá 28 Deuses da Destruição Goku Daishinkan

Poisé, pouca gente acompanha o mangá do Dragon Ball Super (autoria de Toyotaro) e isso é mó paia. Já comentei isso uma caralhada de vezes, mas nunca é demais lembrar que o Anime e o Mangá de Dragon Ball Super tem suas diferenças (o Vegeta até se tornou Super Sayajin God no mangá), o que parece ser uma proposta para entender como funcionam as Linhas de Tempo.

Até já discutimos isso aqui no blog, mas Poké-bola pra frente.

Atualmente estamos no Capítulo 28 do mangá de Dragon Ball Super, onde estamos encerrando a treta com o Black e iniciando os preparativos pro Torneio do Poder (Saga Universe Survivor) e aquela Exibição de Lutas para o novo Zen-Oh (o que o Goku trouxe do futuro) terá uma diferença em relação ao Anime (claro). E você pode baixar o mangá pelo site do Kami Sama Explorer clicando aqui.

Entre outras coisas muito interessantes (tipo ver o Vermont do Universo 11 usar um Hakai em uma "panicat" aleatória), temos uma batalha campal entre os Deuses da Destruição (ou Hakaishin, no original).

Deuses da Destruição no Dragon Ball Super


No final do Torneio entre o Sexto e o Sétimo Universo, Zen-Oh prometeu ao Goku um Torneio unindo todos os 12 Universos. No anime, depois de confirmado a vontade de Zen-Oh para fazer o Torneio, Daishinkan tem a ideia de criar a Arena na Zona do Vazio e botar os Deuses da Destruição de menor porte para testar a resistência do campo de batalha.

Para tanto, Daishinkan mostra um pouco de seu Poder, transportando TODOS OS DEUSES E SEUS ANJOS! No anime, temos esta luta com os Hakaishins mais fracos.

Rola uma treta dos diabos lá: uma animação muito boa, apesar dos ataques genéricos.

Mas Qual é o Deus da Destruição mais caceteiro de Dragon Ball Super?!

Tudo muito legal, mas o mangá raramente caminha pelo mesmo campo do Anime, apesar de algumas sintonias. O atrito entre os Deuses, a intimidade exagerada do Goku com os Zen-Ohs, a irritação que isso gera nos demais Deuses, além da aniquilação do Universo derrotado... enfim, isso tudo a gente viu no Anime.



O que a gente não viu foi um arranca rabo entre os Deuses dos 12 Universos de uma vez. Até fizeram essa animação show de bola, mas as cenas do mangá estão aí. Aliás, você já conhece todos os 12 Deuses da Destruição?!

Em um dado momento, já que todos os Deuses estão indignados com Bills e o Universo 07, todos resolvem atacá-lo de uma vez e, PASMEM, o discípulo de Whis peitou todos de uma vez. E não só isso, com uma certa tranquilidade, derrota Mosco do universo 3 (o robô) e lança uma esfera de Ki genérica contra diversos deuses, fazendo grande estrago.

Pelas imagens, vemos Bills enfrentar coisa de 6 Hakaishins ao mesmo tempo com uma boa dose de tranquilidade: Sidra do Universo 9 (o Elfo da Terra Média), Vermont do Universo 11 (o palhaço), Gene do Universo 12 (o bicho estranho que parece um peixe), Arak do Universo 5 (que parece uma mosca, sei lá) e Chapma do Universo 6 (irmão do Bills), além do Mosco do Universo 3 derrotado antes de Bills atacar com a esfera de Ki...

... que foi bloqueada por Sidra (que usou uma técnica similar a do Andróide 17). Porém, irremediavelmente, isso nos leva a uma conclusão minimamente lógica.

Bills é o mais poderoso Deus da Destruição?!

O Capítulo 28 de Dragon Ball Super sugere que Ele Bills seja o mais poderoso, Sim. Muito mimimi de um lado e muita bebedeira para comemorar do outro. Se ele é mais forte do que os demais, realmente, não sei, mas ele lutou muito bem contra tantos outros Hakaishins e isso já o coloca em destaque.

Mas, porém, contudo, todavia...

Velmont ainda é um Mistério

O Deus Velmont (ou Belmont) do Universo 11 é o único que, durante o ataque em massa contra Bills, consegue atingir diretamente o Deus do Universo 7. Sem falar que ele é o primeiro a mudar o foco da batalha (que antes era atacar somente Bills), nocauteando Sidra.

O Mangá de Dragon Ball Super ainda reserva muitas diferenças e, muitas vezes, acaba mais interessante do que o próprio Anime. Recomendo que você acompanhe o mangá pelas traduções publicadas no Kami Sama Explorer, até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário